sábado, 11 de outubro de 2008

Elton John - Sacrifice (Tradução)

"Não é sacrifício nenhum..."

8 comentários:

Mauro disse...

Esta música é linda,mas não se parece com vc.Mas toca muito.
Um beijo e um abraço grande prá vc e para o Anônimo.

Cris disse...

Um beijo grande para vc também.

Cris disse...

Mauro
Voltei.
Não posso passar dois dias chorando ouvindo esta canção para vc dizer que ela não parece comigo.
Puxa garoto! Vou traduzi-la do meu jeito e ~publicá-la.
Um monte beijos.

Mauro disse...

Dois dias é muito choro!!!!!Mas a traduza do seu jeito, então.Não esqueça do abraço no Anônimo.
Beijos.

Mauro disse...

Ihhhhhhhhhhhhhh!!!!!!!!!!!
Voltei!!
Quando me chamam de Mauro, vem chumbo grosso...

Cris disse...

Olha vc está muito engraçadinho hj.
Ouviu Mauro?
Estou tentando colocar mais o video não colabora.
beijos

Cris disse...

Anjo
Em resposta ao comentário,vou fazer à tal tradução."Elton John"
Descobri que dois dias não são muitos,embora espero não repetir a dose.
Talvez eu esteja diferente.
Talvez esteja mudada.
Talvez...Hum vc entende eu sei.
Sempre ouvi dizer destas coisas inexplicáveis,agora posso senti-las.
Pode rir, mas é um gesto humano... Quando as coisas não são do jeito que desejamos.
Não é sacrifício,embora possa sentir o cheiro dele dentro de um livro. A tentação é imensa,dentro dos limites.Um doce engano.Mas o coração? Amolece.E algo parece ser melhor agora.
Pequenas palavras,coisas simples, tudo o que tenho. Mas não é sacrifício.
Porque amar nunca fora um sacrifício.E depois a sensibilidade cria uma arredoma,e então, embora perca muitas vezes a direção, e perceba pela primeira vez a sensação do ciúme...Essa não é a parte boa.Percebo que estou apenas de passagem,então amar não é nenhum sacrifício.
No momento isso é tudo o que eu sei.
Que escolhi viver,porque tenho um sonho.
Descobri que há pessoas que são únicas.
Me entreguei e encontrei a direção.
Se não tenho lembranças,as crio,as invento.
Tenho um sonho, e descobri que não tenho forças para dizer adeus.
Então, ainda pensa que aquela canção não parece comigo?
Passei dois dias intermináveis com ela, depois a publiquei,ela passou bem discreta até que...Vens até aqui me provocar não é?
Tudo bem.Ao menos ouviu os meus gritos.Você não existe.Obrigada.E acredite é um gesto humano, não é um sacrifício.

Mauro disse...

Vou esperar a tradução.Se ela for ainda mais perfeccionista, vi doer.
Beijos