sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Marisa Monte - Gentileza

Gentileza perdeu toda sua família numa tragédia em Niterói no Rio de janeiro, quando num domingo atearam fogo no circo onde foram sacrificadas muitas vidas.
Gentileza, largou tudo e passou a caminhar pelas ruas e a escrever poemas e mensagens nos muros.
Na minha infância eu morava bem próximo ao viaduto deste video, que fica em frente a Rodoviária do Rio de Janeiro, e costumava ler as mensagens de Gentileza.
Quando ele faleceu, pintaram o viaduto, e houve um protesto e eu estava lá na defesa das palavras de Gentileza.
Gentileza fez sua dor escorrer em cada flor que oferecia a um desconhecido e em palavras de amor e ânimo , era o seu jeito de dar Bom dia.

2 comentários:

Lia disse...

Gentileza merecia a homenagem das tuas palavras e só corações excepcionais é que estão atentos a quem semeia flores.
Cris,nunca é de mais dizer que és um" palhaço de Deus" e que os meus olhos lêem os teus, naquela fotografia que está no meu blog,no dia do teu aniversário.E também há lá uma flor...

Cris disse...

Lia minha amada
Não tens idéia do quanto és importante para mim.O quanto tens me ajudado a acreditar.Deus te abençoe.
Hoje eu gostaria de te oferecer Tulipas brancas, e muitos beijos nesse lindo coração.